sexta-feira, 8 de julho de 2011

Semi deus


Escreve uma história de heroísmo no meu dorso:
começando pelos ombros
e descendo,
vai desafiando meus demônios
e vencendo todos,

até a curva das minhas costas
- estrada tão macia
para o que há tempos fantasias
receber em troca de toda essa luta -

e pontua tatuando a tua boca
no teu prêmio
e dele,
desfruta.

6 comentários:

Henrique Pimenta disse...

Sempre bom o desvelo velado.

Bem!

João Luis Calliari Poesias disse...

Imperdível, seu roteiro turístico. Bj.

Ricardo António Alves disse...

Esplêndida.

Ana Ribeiro disse...

Interessante esse itinerário.

ingrid disse...

interessante esse itinerário²
É tão bom ler poemas e poesias...me torno mais viva!

Flá Perez (BláBlá) disse...

obrigada!!!!!

bjbjbj