sábado, 24 de julho de 2010

A Cidade Vazia

Para Betina Ribeiro Rodrigues da Cunha

arte: Hugo Martins


Nada se sabe sobre essa cidade vazia.
Para onde foram os seus não há pista.
Nenhum detetive seria capaz de descobrir,
nenhuma cartomante poderia ajudar.

O semáforo sorteia o verde e o apresenta,
carro algum se disponibiliza a avançar –
estúpido, só o faz mediante chicotadas.
O letreiro luminoso oferece sanduíche,

ninguém para matar a fome ou a sede –
que seja através do saque, às claras:
as portas abertas convidam ao crime,
o cofre bojudo dorme um sono pesado.

Seria um flautista arrebanhando gente,
ou uma promessa de vida melhor adiante?
Pista alguma se encontra que as comprove.
A cidade é a mesma de ontem. E não o é.

O Silêncio que nunca andou por essas ruas,
a Paz que ainda não havia se mostrado,
a Tranqüilidade definitivamente alforriada
são os únicos que por aqui restaram.

Um gás letal terá pegado todos de surpresa
enquanto dormiam ou escovavam os dentes?
Um deus vingativo terá vindo puni-los
pelos séculos de luxúria e lassidão?

Sol e chuva por fim vencerão a luta, come-
rão a parede das casas e a pele do asfalto...
A barragem saciada se romperá
afogando os prédios, soterrando os bairros...

São conjecturas apenas.
Nada se sabe sobre essa cidade vazia.




arte: Hugo Martins


7 comentários:

Albuq disse...

Um cidade vazia, sente falta de vida, da vida que respira o ar e dá sentido as coisas.
muito bonito,
bjs

Hercília Fernandes disse...

Muitas são as pistas e/ou possibilidades oferecidas em seu poema, Rafael.

O vazio que assola a cidade está cheio de coisas, os silêncios inquietam e apontam perspectivas imaginárias várias.

Adorei o poema. Sua cidade vazia se apresenta abundante em sentidos!

Beijos com carinho,
H.F.

Adriana Godoy disse...

Eta, Nolli, arrasando sempre. Demais esse poema e a ilustração. beijo

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

A cidade de vazia e os corações também, ou talvez não..
uma contramão...
Inteligente e super bem trabalhada a idéia...
Parabens pelo Dia de hoje, Dia do Escritor!
abs

Bela arte de Hugo Martins!!!!

TON disse...

Instigante curta-poema-metragem. Não é para ser lido, mas assistido.

Parabéns!

isaias de faria disse...

beleza de arte feita pelos dois!!!!!

Benny Franklin disse...

Poeta cult, desses que leva o leitor a beber o melhor vinho.
Boa, Rafa!