sábado, 22 de maio de 2010

PAISAGEM


A lua quase cheia...
Eu, na varanda,
outra vez sem sono.

A lua quase cheia...
Debussy na vitrola
Clair de Lune...

Outra vez o Dona Marta multilight
pisca mais do que piscam
as luzezinhas das árvores de Natais

E outra vez
na varanda,
delineio os montes
finjo desenhar
rabiscando os morros
colorindo as luzes.

luz branca
verde-amarela
(gol do Brasil!!)

Bandeirinhas que adivinho
dançarem ao vento,
bailarinas plásticas.

E o Cristo
amarelo fogo...
a lua acima dele
um pedaço quebrado de strass.

6 comentários:

L. Rafael Nolli disse...

Um pedaço quebrado de strass - um acho e tanto esse! Muito bom, Daisy! E que imagem linda!
bjs.

Helena disse...

Também adorei este final Day! Um pedaço quebrado de strass... Perfeito. Lindo e delicado poema carioca

beijão,

Mhel

Daisy Melo disse...

Obrigado Nolli e Mhel!!
beijos

Barone disse...

Belíssimo poema!

Barone disse...

Foi meu poema da semana no blog - http://escrevinhamentos.blogspot.com/

Daisy Melo disse...

Obrigada, Barone!
vou lá olhar!
beijos