segunda-feira, 5 de abril de 2010

. E VIR,GULA

é um vício
até apetecível

seria guloso
mas não,

vivo deste rigor

4 comentários:

Priscila Lopes disse...

adoro,
também,
não vivo sem.

Benny Franklin disse...

Teus versos, minúsculos versos - ao contrário dos meus, grandes demais - também são de prima.
Abs.

sidnei olívio disse...

Também vivo e me farto dos versos. Abraço.

Lírica disse...

Ah, os rigores... De vez em quando temos que escorregar na calda de framboesa pra não acabarmos amargando entre os impulsos maníacos e/ou depressivos.