segunda-feira, 5 de abril de 2010

LAPELA DOS PARADOXOS IMPOTENTES

1 Lá ao longe
na lapela dos paradoxos impotentes
o deserto esticado
e os arbustos natimortos dos umbrais favelados
de homens com macieza arrefecida
― Nas ventas dos tumores malignos
o pouso aéreo das borboletas de programa,
o trajeto das coisas redivivas,
o transe das pessoas dormindo
com o cobertor em pane...

2 – Lá no quaradouro dos astros cômodos
a renque de estalos de palavras
vomitando sob o dormitório da memória
― A prima face da relva
rende a súbita resposta dos óbolos metafísicos
esculpindo o rugido com hálito
e útero sem dobra.

3 – Há e há o cio geométrico
por traz dos olhares imbuídos de milagre
resguardando o suspirar da faca
― Na boca
os restos de alimentos reconvexos
 hesitam em endeusar o avesso da vida
para saborear a partida à noite.

4
Na hesitação das falas obscenas
a física do trajeto
e o vinhedo clandestino dos mortos
 fazendo sexo de mãos à cabeça
― Eu sei: há no gozar sem cautela
a armadinha de reinventar
feita de mendicâncias.

5 – Ai! Rogo à vida
as súmulas dos pastos,
as fagulhas de umbigos cálidos,
os mantos de escolhas e vindas,
o sim dos homens insones
― Eu sei: há desperdícios de tardes ocas
gotejando
gotejando
as ondinas gramaticais dos poetas 
em lágrimas.

 
Fotografia: New Moon By Ana Mokarzel

6 comentários:

Francisco Coimbra disse...

Benny, duas breves propostas integradas em dois dos versos:
«3 – ah! e há o cio geométrico
por trás dos olhares imbuídos de milagre»
Cá continuo seguindo teus versos, todos os meses :)

sidnei olívio disse...

Há sempre uma surpresa e um turbilhão emocional nos seus versos. Abraço.

Lírica disse...

Eloquente.

Audemir Leuzinger disse...

sempre rico. nunca fácil. por isso gosto.

Barone disse...

Gostei Benny!

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

Benny há tantas coisas gotejando no intimo do ser humano, inclusive a palavra, como fora dele, a estampa
sendo outra ´palavra que não é a mesma que se devia ler, na cola do corpo, atrás existe um socorro....

Belo belo como tudo que é seu Benny

OSHF