domingo, 14 de março de 2010

lowcura


imagem: The Scream (black & white) - Edvard Munch

amores platônicos
quereres utópicos
tumores malígnos
viroses atípicas

testes tsunamis tremores
:
a Terra dando o troco
na base do olho por olho
- e humor negro mode on -

estamos em transe
entre o tatibitati
o terror atômico
o pandemônio

satélites sondam
a rotina das formigas
e há agentes no amálgama
da [podre] boca da noite

- daí a fuga
para não sei onde-

tocs vem
tiques vão
truques variam
conforme o chip
enxertado no chope do dia

poesia é choque
prosa é chilique

o mundo fica mudo
quando a mente
não dá tilti

veja
[mais próximo da lente que aumenta
o pé da letra]
:
há um psicotrópico ultravioleta
no menu de ofertas

rimas brancas
rosas negras
riso tatuado de cor pimenta

para a[r] dor de cabeça
líricas demãos
do velho verniz
que adoça ideias suicidas

psiu, ouça
:
todos os cachorros
são azuis

e plutão, coração
não é mais planeta

- disse uma voz -


valéria tarelho

*lowcura: blog do poeta, jornalista e músico Rodrigo de Souza Leão, que foi ali em Marte fazer [mais] arte e a quem dedico este poema [a]tentado: um grito misto de febre de realidade com surto de ficcionismo.

**Rodrigo, um cara do balacobaco, também escrevia para o site Escritoras Suicidas sob o pseudônimo Romina Conti .

15 comentários:

L. Rafael Nolli disse...

Olá, Valéria. Fiquei feliz em ler esse poema, belo e musical, e ainda mais feliz em vê-lo dedicado ao Rodrigo. Tive o prazer de conhecer o Rodrigo pessoalmente, quando fui com os amigos de Araxá ao Rio: eu, Cássio Amaral, Ricardo Wagner. Fizemos uma entrevista muito interessante com ele. Foi, com certeza, uma grande perda. Tenho também um poema em homenagem ao Rodrigo, olha o link aí:

http://rafaelnolli.blogspot.com/2009/07/os-agentes-b.html

É isso, parabéns! Abraços!

susannah disse...

Lúdico, ágil e tudo a ver com a gente. Vc tem um jeito bem-humorado e crítico de revelar as coisas que a gente só vê e não sente.
Um beijo!

Assis de Mello disse...

Maravilha de poema, Valéria !! A Susannah disse tudo...
Os satélites sondando as trilhas das formigas... eu queria ter escrito isso !!! ;-)
Sei que o Rodrigo adorou a homenagem.
Beijãooo,
Chico

Anônimo disse...

Ótimo texto. Apesar de lúcido, muito doido! rs

Cássio Amaral disse...

Valéria,

Meu mais profundo muito obrigado pelo seu poema ao Digão. Seu poema é muito bom!
Sobre ele, era meu irmão, meu amigo, pessoa que amo e sinto falta de falar com ele no msn.
Nós o entrevistamos(eu,L. Rafael Nolli e Ricardo Wagner) em 2007 no Rio, guardei as fitas comigo o gravador e preciso transforma-las para colocar na net.
Digão fez a apresentação do meu quarto livro de Poemas e Haikais, o Sonnen.
Sinto uma saudade muito grande dele, até porque eu ano passado ia voltar no Rio para reve-lo, antes da passagem dele.
Dediquei alguns poemas a ele no meu blog e um poema meu saiu no Cronópios com a homenagem que fizeram a ele. Ele me apresentou a Olga Savary que estou lendo para delinear meu mestrado, já que sou haicaísta, ela também. Sou professor de História.

PARABÉNS, MITA SAÚDE E LUZ.

"FORÇA SEMPRE" ESSE É O BORDÃO DO RENATO RUSSO QUE EU E DIGÃO USÁVAMOS MUITO UM PARA O OUTRO.
DIGÃO ADORAVA O PRIMEIRO DISCO DA LEGIÃO URBANA.

BEIJOS E ABRAÇOS E PARABÉNS PARA TODOS VOCÊS.

Victor Meira disse...

Fim do mundo!
Massa, Valéria!

valéria tarelho disse...

Valeu, pessoas, quisera eu ter tido o privilégio de conviver mais intimamente com o Rodrigo [e olha que não foi por falta de oportunidade, pois frequentávamos os mesmos espaços (Gaiola Aberta, Orpheu, Germina, Escritoras Suicidas...)].
Apesar de conhecer superficialmente o ser humano Rodrigo, era fã de sua poesia e, dessa sim, fui bastante íntima.
Agora fica o vazio para ser preenchido com poesia e GRITO, tentando acordar Rodrigo!

Beijos, obrigada a todos pelo sentimento compartilhado!

Adriana Godoy disse...

Bela homenagem ao poeta que partiu tão cedo. bj

Priscila disse...

Juro por deus - ou por qq outra coisa divida - que comecei a ler o poema pensando que parecia algo seu!






Já tens o quê que é teu.

VASCODAGAMA disse...

AMEI
VOU VOLTAR
BEIJO

samuca santos disse...

carambolas!
o tapa necessário que faltava: a terra/natureza está respondendo ao que fizemos a ela.
parabéns!

valéria tarelho disse...

Caros, acabo de ser comunicada de que foi lançado o site oficial do Rodrigo:

http://www.rodrigodesouzaleao.com.br/

Abraços gerais :)))

Barone disse...

Muito bom.

Barone disse...

É... é meu poema da semana lá no Escrevinhamentos.

rogerio santos disse...

Val, lindíssimo... que jogo de palavras...

beijos