sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Viagem

Foto: Cris Carnaval

quando as palavras cansam

(e elas sempre cansam)


olho pela janela

e vejo

um fusca azul

numa moldura azul

pinta uma lembrança

ao sul

do meu tempo cru


quando as palavras cansam

(e elas já cansaram)


abro a janela

e mando

todo o mundo passear

no meu fusca azul.

11 comentários:

.Leonardo B. disse...

[este o mundo, este o mar de sargaços que se pensa sólido e afoga!]

um imenso abraço

Leonardo B.

Cris Carnaval disse...

Lindo Tião. Um fusca azul, uma moldura azul, palavras azuis para um coração não tão azul assim...

Renata de Aragão Lopes disse...

Tudo azul por aqui!

Quando as palavras
- e todo o resto -
cansam,

abro a janela
e mando
todo mundo o mundo passear!

Você emprestaria
até o fusca! (risos)

Adriana Godoy disse...

um lindo poema azul. beijo.

rogerio santos disse...

Demais, Tião !!

Fusca Azul Turbinado !

Barone disse...

Lírico.

Victor Meira disse...

Hehe, que pira, Tião.

Tenho uma brisa parecida, mas é invertida. Acontece ao entardecer, e não é tão raro. A luz da lâmpada incandescente forma uma moldura laranja no ar azulado do pôr-do-sol citadino (o ar matinal também é assim).

Já o fusca é eventual, o que é uma pena.

Hahaha.

tenório disse...

Muito bom Tião. Lirismo brejeiro, que só vc faz.

Tião Martins disse...

Obrigado gente. Esse poema foi feito meio na corrida, no laboratório da Facha Méier, correndo pra um almoço de Natal. É muita sacanagem minha isso, porque a foto da Cris é maravilhosa e merecia algo muito melhor. Mas porra, amigo entende essas coisas. E quem me conhece sabe que sou enrolado mesmo, tava prometendo pra ela esse poema a uma caralhada de tempo. Então saiu assim. Que seja.

Perdão Cris.

Beijos a todos.

Joe_Brazuca disse...

a foto mata !

com o poema

fiquei azul

matou...morri !

(valeu a caralhada de tempo...)

Cíntia Thomé, Escritora e Poeta. disse...

Toda viagem deve ser azul, todo tempo...as lembranças dos fuscas e dos céus e terra boa


Parabens. Poema primoroso.

abs
Cintia Thomé