sábado, 13 de dezembro de 2008

cortejos de outono

cortejos de outono

às primeiras sombras do outono
os pássaros são folhas confundidos
que se afastem os homens
que são grandes
do baile nos paralelepípedos

só as aves mais frágeis folificam
ante as asas inaptas para o altivo
que se afastem mulheres
seus vestidos
cuja borda lhes fere e abafa o trino

pelos dias que houver até o início
do invisível movimento dos pistilos
que se afastem os braços
dos meninos
da penugem eriçada do arre! pio

o sol corre imóvel ao seu estio
o corpo ao meio-fio a dor cipreste
que se afastem as folhas
pelos bicos
e nas flores de inverno se aquietem

Guto Leite

15 comentários:

FlaM disse...

Que coisa bonita, Guto!
um beijo, f.

compulsão diária disse...

Belo cortejo de imagens. Estação poesia, aqui!
Gostei muito do tom solene que o jogo com as palavras conseguiu trazer ao longo do poema. gostei muito

Olhos de Folha Minha disse...

Transcende no lúdico , das lembranças até o final , sempre doce, trágico...mas leve. Bárbaro!
Cíntia Thomé

Joe_Brazuca disse...

Felliniano !...

Felipe da Costa Marques disse...

Diria Bergmaniano!
Na estação destempo...
Felizpe!

L. Rafael Nolli disse...

Tem muito rítmo e vida.

Benny Franklin disse...

Grande, Guto!

Poema de fina estampa.

Abçs.

Felipe Vasconcelos disse...

Caro Guto,
Adorei ler seu poema e fique certo que passarei a acompanhar seu trabalho, que estou achando muito interessante.
Parabéns!

Flávio Otávio Ferreira disse...

Em minha mente ficou refletida toda essa imagem outonal de um cortejo vibrante em sensações!

Bom trabalho!
Abraços.
Paz e Poesia!

Barone disse...

Muito bom Guto. O nível está de primeira.

valéria tarelho disse...

Guto e delicadeza são sinônimos (já devo ter dito algo semelhante porque não sei sentir diferente).
Menino arteiro, me fez acompanhar o cortejo de joelhos!

Beijo, vizinho de post :)

apesardoceu disse...

grande Guto!
chegou chegando... hehe
ou péessimo comentarista... mas um leitor fiel

Ana Paula disse...

Vc cria imagens lindas na minha mente com a sua poesia... Adoraria caminhar por esse lugar... Muito bom mesmo, Guto!

Ana Paula disse...

Lindas imagens... Vc cria lugares aconchegantemente delicados...adoraria caminhar na sua poesia... Muito bom mesmo, Guto!

Tagg disse...

bravo, como sempre. lindo.