sábado, 24 de novembro de 2012

Existe Amor Pelo Povo Palestino?



Caros(as) Companheiros(as) de jornada poética do Poema Dia,

faço uso do meu dia de postagem para compartilhar a lágrima, a indignação e o apelo de paz, justiça e solidariedade do poeta Fernando Cisco Zappa em face do terror que se alastra sobre/sob a Palestina.




EXISTE AMOR PELO POVO PALESTINO?

não ouvimos
não sentimos
não vêmos
não nos tocamos
não existe amor pelo povo Palestino

não comem em paz
não cantam em paz
não sonham em paz
não riem em paz
não existe paz para os gestos mais vitais e simples na Palestina

as igrejas calam
os governos consentem
as armas gritam
a fome cresce
a esperança desaparece
o terror se alimenta
no coração de quem nasce na Palestina

não se cale diante do crime e dos noticiários favoráveis ao crime
da mídia global controlada pelo capital transnacional
o único sentido de tudo isso
é o vampirismo de um estado bélico
que para se manter no poder
se alimenta ferozmente da guerra
que extermina vidas, semitas árabes israelenses palestinas
eu quero que esta poesia se espalhe
eu quero que este falso espelho democrático do mundo se estilhace
eu quero que você se envolva
eu quero que você se mova
eu quero que nas praças do planeta as crianças cantem o amor pela Palestina
eu quero que vários tradutores assumam a transcriação deste poema
e que o poder da palavra ocupe a cena da guerra
e de uma vez por todas
lutemos para que os palestinos tenham o direito de viver
de comer de estudar de brincar de sonhar de criar
de construir cidades e mundos em paz na Palestina


cisco zappa
primavera do hemisfério sul
brasil
2012



Um comentário:

Lucas Firmino disse...

Excelente poema , relamente inspirador. Gostaria de deixar aqui meu blog ,e pedir sugestões

http://afacedosilencio.blogspot.com

Faça uma visita

Até breve.