sexta-feira, 15 de julho de 2011

Infernal !







Flambado em Absinto

Gamei em uma "Curva de Rio"

Fiz de Bukowski minha Bílblia


Acordei no Inferno !!


Lá, uma bacia hidrográfica

Satã ?

Uma piranha indolente !


Apertei o cigarro dele

e lancei no mural o recado:


Não fode, chifrudo !

Aqui sou maioral...


Atenciosamente

(Com beijo na testa e tudo)



O Afluente Principal

6 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Bixu, inté u kapeta ti reverenssia, carai!

Hehehe...

Ana Ribeiro disse...

Esse foi mesmo infernal.

Felipe Marques disse...

A Lúcifer Sonnet!

Poemaço du'caralho e filha da puta!

Congratulações!

Abs!

rogerio santos disse...

hauhauhau...
Muito boa !!!
É isso aí... mandando a mesmice literalmente para o inferno...

Tomaz disse...

Beijo na testa geral ! :) auhauha

Saudações

Adriana Godoy disse...

Infernal mesmo! Bj