terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Nada a dizer

Nenhuma palavra

Nem uma emoção
Para explicar o convívio
Juntos e separados
Ao mesmo tempo

Sem dor
Apenas o vazio
E um silêncio que
Mostra o nada a dizer
Além do sussurro
Do adeus dito antes
Quando a gente ainda
Tinha alguma coisa
A dizer

4 comentários:

Kiro Menezes disse...

Nossa... Minha tarde encheu de luz nessa pagina (fria de net) enfeitiçada por teu olhar, único!!!

Realmente único.

BAR DO BARDO disse...

... um silêncio gritante...

Leo Curcino disse...

talvez não seja um adeus. essas coisas de amor nunca são definitivas.

Renata de Aragão Lopes disse...

Lindo, Vera!

[às saudades inevitáveis]

Beijo,
Doce de Lira