sexta-feira, 24 de setembro de 2010

____. das buscas


[diálogo sobre as pedras...]

Minha busca é por essências:

as perguntas certas de Quintana;
o invisível de Exupéry.

No mais, qualquer outro achado é pedra:

inesquecível - como a de Drummond.
De serventia - como as de Coralina.

Bom é não me desfazer de nada!

Soube-me peregrina.


Taninha Nascimento
31 mai. 2010



Minha vida é o caminhar,
quefazer infinito.

Caminhos de pedras, retas, labirintos...
Dura e pérfida!
Fumaça passa em desalinho.

Minha vida não é a melhor amiga
Nem a pior conselheira...

É a caça do eu perdido em curvas
E a presa tátil nas vigas.

Dirão os que virão:
“Foi mar de ondas claras
em vales profundos”.

[Ou...]

“Glória sem brasão
riacho de lágrimas,
infortúnios”...

Eu, ao longe, apenas lhes direi:
- Enxergai as folhas no barro,
no pão.

As gotas de orvalho
no prumo,
vale sem promessa, oceano sem direção.


Hercília Fernandes
19 out. 2009



*Arte: Jia Lu.

15 comentários:

Tania Nascimento dos Anjos disse...

Hercília,

muito obrigada.

Linda a tua poesia!


Lindo ficou o post! Me deixou emocionada.

Poesia parece ter vontade própria - corpo, alma, espírito. Sentidos...


Forte e carinhoso abraço.
Taninha

Hercília Fernandes disse...

Obrigada, Taninha.
Alegra-me estarmos, aqui, em o Poema Dia, debatendo as buscas e/ou caminhos das pedras [existenciais?...]
Beijo,
H.F.

Ianê Mello disse...

Lindo diálogo poético.
Parabéns as duas.
Bj grande.

nydia bonetti disse...

Tania e Hercilia,

A pedra é um tema constante na minha poesia. Filha, neta, bisneta de marmoristas e escultores, a pedra - bruta, polida ou esculpida - me toca. Lindos os poemas. Se me permitem, vou deixar um poema de pedra pra vocês:)

OLHOS DE PEDRA

de esperar
arranco
das pedras, os olhos

meus olhos, arranco
e os atiro ao mar

pesados,
logo serão tragados

pelo abismo
dos olhos cansados

eu, sigo
com teus olhos
de pedra

beijoos!

Tania Nascimento dos Anjos disse...

Oi, Nydia!

Obrigada por dialogar conosco!!

Lindo, lindo, lindo!!!

Tania Nascimento dos Anjos disse...

Ianê,

muito obrigada!

Um beijo!

Albuq disse...

Bela conversa... quem dera todos os diálogos fossem assim: poesia! bjs

Benny Franklin disse...

Poesia que tem a força da beleza da vida.
Boa, Hercília!

Tania Nascimento dos Anjos disse...

Albuq e Benny,

obrigada!!

Hercília Fernandes disse...

Ianê,
feliz com a sua visita e palavras.

Nydia,
lindo o seu poema! Também gosto bastante de tematizar as pedras em versos.
O seu é lindo, elas se apresentam abundantemente expressivas. Obrigada por trazê-las ao Poema Dia!

Albuq,
Benny,

Obrigada pelo afeto e palavra expressas.

Taninha,
muito bom dialogarmos estas pedras da poesia.

Beijos em todos e todas,
H.F.

L. Rafael Nolli disse...

Hercília e Tânia e Nydia! Um poema puxando o outro, que vai puxando outros poemas e esses vão se comunicando! Muito bom poder presenciar esse diálogo!
bjs

Tania Nascimento dos Anjos disse...

Obrigada, L.Rafael!

É a minha primeira participação - de maneira indireta, inclusive -, mas gosto muito do espaço. Só gente boa!

VFS disse...

direi deste diálogo:

a tua vida é o olhar,
mergulhar nas lágrimas do vento,
renascer no corpo do tempo.

a tua vida é permanecer,
dor na linha do anoitecer,
ardor no pão do dia.

só assim,
a tua vida será poema,
escrito,
na alma do Verbo.

só assim,
se iluminará a essência na ara do Ser.

beijos, querida amiga.

Mirze Souza disse...

Belíssimo diálogo!

Taninha e Hercília!

Aplausos às duas. Amo as pedras, esse mineral tão rico quanto a essência de vocês.

Beijos

Mirze

Tania disse...

Mirze,

você é uma queridona!!

Obrigada,
Beijo!