terça-feira, 8 de junho de 2010

Aureolada

Eu tão anjo tenho andado,
que em mim nasceram asas.


O que me perde pro céu
é esse meu grande rabo
endemoniado
e minhas coxas grossas.


Josiane Ukma canta esse meu poema:

10 comentários:

líria porto disse...

queria ter escrito esse poema, flá!
besos

Edu disse...

A senhorita descreveu perfeitamente a imagem que eu tenho de quaisquer mulheres! Muito bom!

Flá Perez (BláBlá) disse...

obrigada, Líria! bjbjbj




hahahahaha Edu!

Renata de Aragão Lopes disse...

Não necessariamente perdida...

Gostei! : )

Beijo,
doce de lira

Tião Martins disse...

Muito bom!

Barone disse...

Wow!!!! Bom demais!!

Barone disse...

Foi meu poema da semana no Escrevinhamentos http://www.escrevinhamentos.blogspot.com

Flá Perez (BláBlá) disse...

QUE DELÍCIA!
obrigada pessoal! Tião , Renata!
estava sem net no pc, só usando o celular, vi seus comentes agora.

bjbjbjbjbjbjbjbj

Poxa, Barone, que honra, delícia! vou linkar no meu blog e propagandear! bjbjbjbjbjbj

Francisco Coimbra disse...

Pois é, um comentário vale o que vale, primeiro é preciso fazê-lo, depois se verá.
Venho comentar longe, porque não perto?, este poema desperto para a realidade. Ele toca a realidade e toma-a, apodera-se dela, entrega-se a ela!
Ela, a poeta/poetisa, tematiza, realiza, faz um desenho em palavras, constrói uma imagem. "Aureolada" é um anjo sentado, escrevendo num PC!
Pode ser uma imagem diferente, as palavras permitem quase tudo porque... Porque a palavra tem várias referências, gera variados significados e gira em torno da fala. Ouvir este poema, até isso é possível sem imaginação. Na audição do filme a fala está personificada, o que acrescenta à realidade? Uma representação, uma apresentação!
A Poesia é então algo mais que uma representação; interiorizando, isto ou tudo mais que pudesse escrever: o poema ambiciona a perfeição, porque pode ter essa feição, um anjo sexuado dá-nos a beber as suas palavras e é, pode ser, tão bom ou melhor que canja.
Parabéns!

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

belo poema ...adorei no youtube.ab