sexta-feira, 14 de maio de 2010

romantique

[valéria tarelho]

L'individu bien conforme est taillé d'un bois à la fois dur, tendre et parfumé
Nietzsche

seu cheiro
- choque -
: rasgo de ar puro
no meu sufoco
viciado

seu cheiro
- chique -
: eau de homem
[poésie poison passion]
bouquet urbano
no meu ranço flor do campo

seu cheiro
- xis -
: agente noir
infiltrado
na curva [alva]
do meu anseio

seu cheiro
lance certeiro
: estratégia
movimento
ataque

seu cheiro
: argumento
ou fato

xeque-mate-me

8 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

Texto e imagem fenomenais!

Barb News disse...

Eu quero esse tabuleiro para mim, com os perfumes, é claro!
Bj

Tiago Tenório disse...

Muito sofisticado, simplesmente genial!

marcos disse...

"...Seu cheiro,
lance certeiro..."

adorei esse verso.
Salve

Barone disse...

Bem construído, como sempre.

Flá Perez (BláBlá) disse...

foi quando achei esse poema no seu blog, creio em fim de 2007 ou começo de 2008, que me tornei sua fã.
amo esse!

Lírica disse...

"Xeque-mate-me".

Adriana Karnal disse...

Valéria,
assim vc nos mata...