domingo, 9 de maio de 2010

dessas noites em que estava lavando pratos

estudo de mulher/ rafael godoy

o detergente faz espuma na pia
os pratos ficando limpos no escorredor
os pensamentos sujos quero um cigarro
uma música um blues o céu escuro
meus gatos escondidos em silêncio

duas taças de vinho quase cheias
os pés no chão e pálidos
uma janela uma luz acesa do outro lado


as garrafas de vinho abertas e vazias
leio os rótulos e penso num poema
um inseto esquisito vindo de outro lugar
voa em torno das garrafas vai até a luz e volta
o tempo não tem pressa meus olhos o seguem

os pratos vão ficando limpos
as panelas ficam pra depois

pego uma taça e dou um gole
acompanho o blues num inglês ruim

o inseto se vai e bebo mais
olho a noite escura os pratos brancos
alguém me espera no sofá

"estranho pensar no abandono de toda ambição"

13 comentários:

Leonardo B. disse...

[obrigatório: escutar as linhas versejas, com Charlie Parker nos ouvidos!]

um imenso abraço, Adriana

Leonardo B.

Mirze Souza disse...

Maravilhoso desfecho DRI!

Aquele dia a dia moroso, e sua observação:

"estranho pensar no abandono de toda ambição"

Considero um presente e tanto para as mães.

Para mim, tudo que escreve é VOZ de NÓS!


Beijos

Mirze

Fred Matos disse...

É muito bom este poema, Adriana.
Ótima semana.
Beijos

BAR DO BARDO disse...

Muito, muito bom!

L. Rafael Nolli disse...

É um ótimo poema, Adriana. Retrato acertado de um momento simples, cotidiano. Abraços.

Adriana Karnal disse...

relendo e adorando...gosto desses poemas de lavar a louça ao som do blues...

Barone disse...

Adriana tem estilo próprio. Li os dois primeiros versos e pensei: "este poema é dela".

pianistaboxeador21 disse...

Já conhecia o poema. É mesmo lindo.

Beijo

Klatuu o embuçado disse...

Entre o sem fim e o sem tempo... Adrianas dentro de outras Adrianas como naquelas bonecas russas.

Beijinho.

Adriana Godoy disse...

Valeu, pessoal. Fico muito agradecida por esses comentários. Sempre é bom essse retorno. beijos.

Renata de Aragão Lopes disse...

Sempre bom...

Márcia Maia disse...

Bravíssimo, Adriana!

Flá Perez (BláBlá) disse...

isso é foda!

bjbjbj