domingo, 27 de dezembro de 2009

Feliz Ano Bom

Adeus, ano velho com tantos dissabores, dúvidas e lágrimas vãs...
Escorre pelo rio da vida e leva consigo todas as nódoas para que eu nem possa me lembrar mais!
Leva consigo os laços rompidos e as torrentes de desilusão.
Os anúncios macabros das manchetes de jornais.
Os falsos comerciais.
A fome, as enchentes, as noites sem lua e os dias sem luz.
Vem, Ano Bom...
Brota em meu peito feito flor sem espinho.
Vem depressa e cantarolando...
Assobia por uma vida mais feliz.
Dobra a página do que já passou e de tudo que não tem remendo.
Assobia uma vida nova, enfim...
Um mundo mais farto e justo.
Um mundo novo, com a santa permissão da esperança.
Te recebo com mãos de fada.
Acendo todas as tochas para que não percas os rumos do bem.
A ti brindo a reconstrução de todos os afetos.
Os trilhos do novo caminho já não são sozinhos.
Vem feito dia ensolarado e qual noite encantada.
Nasce e brilha!
Vem com belas certezas e força de correnteza.
Pula as ondas...
Vem Ano Novo e reintegra, homem e vida.
A ti abro todas as janelas...
Vem com novas cores e em aquarela.
Me acorda com fogos de artifício, para que todas as noites do ano, possas celebrar a vida que flui.
Me faz artesã de uma nova manhã.
Banha o mundo de magia...
Vem Ano Bom, Luz e Alegria.

Alyne Costa

2 comentários:

Joe_Brazuca disse...

que essas canções assobiadas nos elevem e acalentem o eterno sonho do AMANHÃ !

grande poesia de fim/começo/meio de ano !

um beijo Alyne com vindo ano bom, luz e alegria !

Joe

TONGA disse...

essa nova esperança,esse novo recomeço, essa certeza do Ano Bom, Alyne, que animo ótimo vc traz.Assim todos nos estaremos nessa imensa corrente de otimismo nesse ano novo Bom que vc reverencia.
beijos.
Tonga