quarta-feira, 7 de outubro de 2009

navegação

era como se
apenas o começo

bastasse
para mim.

hoje aprendi
(finalmente)

a levar as coisas
até o fim.

a noite
(sem engano) –

disse Ledo
Ivo –

tem o sabor
das coisas

cumpridas.

(eu
que só sabia

do dia

me inspiro
na transmutação).

9 comentários:

BAR DO BARDO disse...

"Navegar é preciso"...

Adriana Godoy disse...

Bela transmutação. Transmutar é preciso....

L. Rafael Nolli disse...

Muito bom, Sidnei. Enxuto. Exato.

samuca santos disse...

eh, sidnei, salve!
além da companhia preciosa de ledo ivo, seu poema é preciso.

sidnei olívio disse...

Obrigado, amigos! Um bom dia, cheio de poesia para vcs. Abraço.

Victor Meira disse...

Que bacana. Vi o erótico da história. Volta e meia eu vejo erótico...

Renata de Aragão Lopes disse...

Lindo, Sidnei!

rogerio santos disse...

levar as coisas até o fim
é sempre a tentativa

de certo mesmo
o ponto de partida
abrindo e fechando
cíclos e círculos

tenorio disse...

Muito bom! Só é profundo, por causa da sua exata medida.