sexta-feira, 14 de agosto de 2009

de sol a cio

amo você
pelo avesso
e [confesso]
pelo verso:
o torto
e reto
afora
adentro

amo você
a quilo
a metro
a quilômetros
e perto
s e p a r a d o
bemjuntodopeito

amo você
água & vento
de fato
de feito
mundo & átomo
fogo-fátuo
astro

por você:
léu & cardo
chuva & chama
brando & árduo

eu ardo


valéria tarelho

*de sol a cio, é o nome da encenação de meus poemas dentro do projeto Poeta em Cena, que estreia no próximo dia 29, às 20hs, na Casa das Rosas-SP, data e local em que também estarei lançando o livro "Sol a Cio".

quem estiver por Sampa nessa data, apareça!

10 comentários:

tenório disse...

De uma maestria, um refinamento, um domínio da linguagem. A medida certa, sem firulas, a justa forma. Perfeito!

Renata de Aragão Lopes disse...

Adoraria estar em Sampa
para prestigiar o evento.
Parabéns!

Barone disse...

Muito bom Valéria!

Tião Martins disse...

Tem que lançar esse livro no Rio, e não é no rio tietê não, é no Rio de Janeiro.

O poema eu nem vou comentar porque é bom pra cacete.

Parabéns e beijos.

BAR DO BARDO disse...

bem
bom

arash gitzcam disse...

Um livro em lançamento!

samuca santos disse...

ai, quem me dera estar em sampa...
beleza rima com delicadeza,
e você prova, lela.

L. Rafael Nolli disse...

Uma pena não estar em sampa. Sobre o poema, ratifico os camaradas que comentaram antes de mim: muito bom.

rogerio santos disse...

eu piro na tua pira
ponho a mão no fogo
com todo prazer
e não é árduo o arder
nem tanto assim
como não ter
e ter que ser

Sou fã até debaixo d'água !
Beijocas

FláPerez (BláBlá) disse...

ótimo!