segunda-feira, 20 de julho de 2009

De olhos bem pintados.

Arrepia o corpo
no meu

Sobe e desce
o calor

Abraça
pele com pele

Fala baixo
no ouvido

Beija
meu beijo

Olha
pra cima

Me sente
de baixo

Vira
a página

Respira
o lençol

Segura
a cama

Luta
as pernas

Relaxa
sem dor

Mexe
o pescoço

Me encontra
de olhos

bem pintados



Julia Duarte.

7 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Sugestões deveras... digo, é... podem ser imitadas.

Jazz Richetti disse...

amei, me fez relembrar vários momentos em que falava baixo nos teus ouvidos. amo você.

Flávio Machado disse...

Oi vizinha, belo poema, muito bonito com essa sonoridade erótica/romantica

bjs
Flávio

arash gitzcam disse...

E com dor também relaxa.

Adriana disse...

gostei dessas olhos pintados e das caras des-lavadas.Assim tudo cru de dores,pescoços e nucas.

Julia Duarte disse...

caras des-levadas.

;-)

Julia Duarte disse...

oi, Flávio!
Obrigada pelo erótica/romântica.

;-)