sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009



Estação Orbital
ROGERIO SANTOS

uma saudade repentina
arrebata meus hemisférios
nessa curva do teu cheiro
furta fruta chocolate
constelado céu da boca
nesse ventre de poema
que não se lê pelas vitrines
beijo abraço verosímil
cruza o cosmo feito míssil
e atinge o alvo espelho
ao errar na madrugada
Ganimedes pira em órbita
Io em teu lábio inferior
e milimétricos tremores
no epicentro da epiderme

13 comentários:

vmfinzetto disse...

elipse sideral! beijos Rô

Compulsão Diária disse...

Furta fruta, faz festa, versa o reverso do verso e pira a órbita da poesia.
Grande Rogério!
Sempre fera, sempre música, sempre linda visita nesta página

fernando disse...

rogério,

é vero
esse símio
herança
que somos
na epiderme
do tempo

e essa órbita
tão bem
expressa
e
sentida

belo!

abraços ternos!

L. Rafael Nolli disse...

Uma viagem ao universo que trazemos dentro de nós! Bacana!

Rose disse...

muito lindo Rô!

Audemir Leuzinger disse...

jupiter. como disse um poeta... deve ser bom morar lá. a onda é outra. jupiter e suas luas. amantes de zeus. até o rapaz ganimedes entrou nessa.

Tião Martins disse...

Grande Rogério, conquistando o espaço com sua poesia!
abraço!

Anônimo disse...

Caro Rogério,
Verossímil tem dois esses.

rogerio santos disse...

Caro Anônimo, em primeiro lugar, obrigado pela leitura.
agradeço sempre as críticas contrutivas e acho que não há necessidade do anonimato.

Não sou um expert em vocábulos, e quando tenho minhas dúvidas, faço uso do velho e bom dicionário (as vezes também do novo e bom dicionário virtual, que facilita a consulta)

Verossímil e Verosímil estão corretos...


Então segue:


1) verosímil

por verisímil < Lat. verisimile


adj. 2 gén.,
semelhante à verdade;
que aparenta ser verdadeiro;
que não repugna à verdade;
provável;
plausível.

2) verossímil


adj. 2 gén.,
verosímil.

Fonte:http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx

Grande Abraço e obrigado à todos pelos comentários...

Felipe Vasconcelos disse...

Rogerio,

Cuidado aí que esse dicionário é português e, antes da reforma ortográfica, havia muitas diferenças. A palavra verosímil existe, sim, você está correto, mas é um lusitanismo. Agora, com a reforma, não sei como vai ficar. Mas é certo que no Míni Houaiss, que já está atualizado, ela não consta. A edição completa, contudo, ainda não saiu.

Mas se você for ver, com dois "S"s combina melhor com míssil.

Agora o mais importante: parabéns pelo poema, muito legal.

rogerio santos disse...

Ô Felipe... valeu pelas observações.
Não sei se foi você antes ou não, mas eu acho muito interessante apontar mesmo.

No momento, não estou tão preocupado assim com a reforma ortográfica; aliás, passei a usar trema em algumas palavras...hehehehe, sem zueira...rs

Muito obrigado pelo elogio !

Esse poema já foi publicado assim, com um "ésse" só e eu não pretendo modificar...

Mesmo porque, a escolha da palavra com apenas um "ésse", foi proposital...

O "ésse" que falta (ou não) na palavra verosímil, é chave no meu poema...

O que é certo e o que é errado?

O outro "ésse" entrou em órbita...


Abração !

Olhos de Folha Minha disse...

Rompeu-me a pele...
Bárbaro!!!!
Nossa. Como gosto das letras.
ab

pituco disse...

signore,
tanto som que nem percebi que perdeu-se um 'esse'...rs
tava in órbita...que tanto importa.

piramidal
amplexosonoros e vero-sísmicos
namaste