sexta-feira, 18 de março de 2011

Tudo

(Para Bianca Bonanno)

Nas ondas, os pedidos…
E nos segredos contidos
estavam as marés…
e essa minha alma louca
jogada aos teus pés.

Na lua, os meus versos…
E nos dias dispersos
flutuavam esse sonho…
e os outros sonetos
que agora componho.

Na serra, os encantos…
E nos desejos… tantos…
moravam todo o delírio…
e a tua pele branca
qual pétala… branco lírio.

No tempo, essa vida…
E na tua boca atrevida
Vivem o início e o fim…
O para sempre e o nunca…
O perfeito para mim.

10 comentários:

Kiro Menezes disse...

Uau... que coisa magnifica!!!

^_^•


Lindo demais ♥

Anônimo disse...

Se isso não for uma prova de amor, eu mudo meu nome. Lindo. Parabéns.
Amanda Vasquez.

Fabiano Portugal disse...

Simplesmente maravilhoso, poeta!

Pedro Caziani disse...

Obra prima. Lindo.

Mariana Lucinda disse...

Tudo. Tudo de bom. Fiquei sem ar.

Daniella Caruso Gandra disse...

é... quando amamos, o pouco que se revela em poesia é o bastante para aquecermos o nosso coração com alegria! Quando puder, deem uma passadinha lá em meu blog, pois há novas postagens. Fica aqui um convite para todos!

Selina disse...

Lindo, lindeo demmaaaiiiss..
Explêndido!!

BAR DO BARDO disse...

Lobone,

um lirismo - e tanto!

João Luis Calliari Poesias disse...

Dois Tás. Tá dito e tá bonito.

Rosangela disse...

De fato o perfeito é o tudo, bem representado em seus versos... Aplausos para Bianca!