sábado, 19 de fevereiro de 2011

Luxúria






Flávio Offer

não me peça infidelidade que a mentira é pouca
quero sair por aí, engolindo borboletas em corpos de donzelas
rompendo o selo casto das virgens
que me espreitam pelo caminho obscuro do bosque das bruxas

Wicca pendida sobre meu corpo nu
propondo-me a mais perfeita luxúria.

...

5 comentários:

gisele disse...

'engolindo borboletas em corpos de donzelas' ,foi muito bom.

BAR DO BARDO disse...

Me causa ânsias e bruxismo...

Kiro Menezes disse...

Nossa... que delicia!!!

^_^•

Rosangela disse...

Esta tal luxúria, ainda me engole viva e sedenta! Bj.

rogerio santos disse...

toda mulher é uma virgem ! rsrs