quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Fotografia


Revelações nascem do escuro
em varais de espera, em merguhos.
Tempos depois
luzes acendem imagens,
curas.
arte: Haruo Ohara

4 comentários:

João Luis Calliari Poesias disse...

Cura pela arte.

Henrique Pimenta disse...

... quanto mais fundo o mergulho... maior a revelação...

Kiro Menezes disse...

Que lindo!!!

A memória... A lembrança!

gisele disse...

eu tenho essa foto na minha parede :O, o poema é lindo.