domingo, 7 de novembro de 2010

Marinha
















Jellyfish - edit by Joseph Thomas


Marinha


De novo com mania de mãozinha...

Rastejam digitais e, com jeitinho,

apinham-se seguros na marinha,

aninham-se e mergulham no inferninho.


Você, por mil demônios, numa linha

de pernas como pêndulos de pinho

perdidos no sem tempo, torvelinha

em ascendente furacão daninho.


Os dedos, nesse pique de esconder,

direito de ir e vir e se perder

de vista mar além, são poderosos.


Os dedos são brinquedos de fazer

sorrir a dentição do seu prazer

no meio dos seus mares tenebrosos.

34 comentários:

Adriana Godoy disse...

Ai, Pimenta, que bom que vc agora faz parte do Poema Dia. Seus poemas só fazem enriquecer esse espaço.

Belíssima estreia com Marinha e parabéns. Fico feliz com sua presença.

Beijo

Noslen ed azuos disse...

espaço de promissores atentados ao (cotidiano) morno, tratando de seus escritos Pimenta!

acompanharei este estande de idéias!

abraços
ns

Mirze Souza disse...

Mestre!

Que lindo soneto de estréia! Já espero ansiosa o próximo!

Beijos de sua fã nº1 !

Mirze

Henrique Pimenta disse...

Adriana,

espero apenas dividir o meu veneno entre tantos butantãs...

Obrigado!

Henrique Pimenta disse...

Noslen,

agradeço suas palavras. Tentarei fazer com que me valham!
Abraço!

Henrique Pimenta disse...

Número 1,

um beijão!

Francisco Coimbra disse...

Belo mergulho para o espaço poético/imagético entrar em "Marinha", na companhia da imagem de medusa! Bem vindo, uma estadia para todas as estâncias... Abraço.

Hercília Fernandes disse...

Bem vindo ao Poema Dia, Henrique!

Muito bom poder apreciar, também, os seus versos aqui. Venham eles de águas serenas e/ou mares profundos e tenebrosos...

Belo soneto, como sempre!

Abraços,
H.F.

Domingos da Mota disse...

Caro HP,

:e os dedos poderosos do marujo
navegam pelos mares do dito-cujo...

É um prazer vê-lo também neste "porto de abrigo"

tonhOliveira disse...



BRAVO! BRADO! BARDO!

Se há mares, novos NAVEgares!

Oh not!

Barone disse...

Agora sim... Bem vindo Bardo!

Henrique Pimenta disse...

Francisco Coimbra,

agradeço pelo tom alvissareiro de seu comment.
Felicidades!

Henrique Pimenta disse...

Hercília,

fico feliz pela vinda cá.
Beijo!

Henrique Pimenta disse...

Tonho,

você é companhia boa nesses oceanos virtuais...

Abraço!

Henrique Pimenta disse...

Victor Bar 1,

feliz por figurar aqui.
Obrigado!

Henrique Pimenta disse...

DM,

que bom ser lido por você, meu caro!
Abraço!

nydia bonetti disse...

Ler Henrique é sempre um mergulho -no inusitado. Personalíssimo, como sempre. Abraços!

Benny Franklin disse...

Pão na mesa do Mundo!

Henrique Pimenta disse...

pimentinha-sereia agradece, ny!

beijo!

Henrique Pimenta disse...

Benny Franklin,

grato pela fartura nos olhos de quem lê.
Abraço!

Sylvio de Alencar. disse...

Rico em imagens que, se juntam, e criam frases, com ricos significados.

Abrçs.

Lara Amaral disse...

Bom ver seu dedilhado de versos por aqui.

Beijo.

Henrique Pimenta disse...

Syl,

as imagens são chispas de demência.
Namastê!

Henrique Pimenta disse...

Lara,

bom ver seus olhos aqui.

Beijo!

Tomaz disse...

E ae meu peixe, já chegou com um soneto em grande estilo, e esse lance dos dedinhos não teve como não me remeter a famigerada Eliana, a rainha da puberdade de algumas pessoas... Ah, esses dedinhos ein ... hehehe
Abraço cara.

Henrique Pimenta disse...

Totó,

você acertou em cheio!
Ah, moleque!

Abraço!

Adriana Karnal disse...

verdes mares bravios...vc é o cara.

Henrique Pimenta disse...

Karnal,
I came here from the Sun.
I'm only nothing.

VERA PINHEIRO disse...

Safadeza deliciosa no meio de versos de rima certinha. Amei isso! Será coisa da minha leitura?!

L. Rafael Nolli disse...

Henrique, muito bom encontrá-lo por aqui! Com certeza só temos a ganhar com a sua mpresença por aqui!
Abraços!

Flá Perez (BláBlá) disse...

perfeição e tesão!

bjbjbj

Henrique Pimenta disse...

Vera, você fez uma leitura veraz.

Obrigado!
Felicidades!

Henrique Pimenta disse...

L. Rafael Nolli,

sua literatura é no mínimo intensa. Eu gosto.

Obrigado!
Abraço!

Henrique Pimenta disse...

Flá,

que sejam!
Beijo!