sábado, 20 de novembro de 2010

Existem amores e amores.

De noite.

Eu quero
Cobrir os seus pés
com os meus

Rezar
Por menos um
Adeus

Eu quero
desenhar você
por uma vida inteira

De luz tímida
e traço forte
Adiando a morte

Eu quero
um tempo
esquecido de acontecer

E um espaço
com espaço para eu amar você.


Julia Duarte.

3 comentários:

Priscilla Calaça disse...

Lindo demais... romântico!

Um abraço

L. Rafael Nolli disse...

Julia, belo poema!


"Eu quero
um tempo
esquecido de acontecer"

Felicidade Clandestina disse...

essa vontade de querer o ser amado a todo instante...