quarta-feira, 5 de maio de 2010

OBRIGAÇÃO

abriga a acção
o que a ela nos obriga
para ela assim nos trazendo

todo o verso que se presa
é feito por devoção

mas, nenhum devoto tem voto...
Assim

OBRIGADÃO

fazes do simples
esta sensação do poder
tocar ao ler-te assim

a ponto de também eu
libertar as palavras

chamando versos ao sentir
Mim

+

... MULA!

nada me obriga
a abrigar na obrigação
mas, tiro-lhe aqui o chapéu....

sem ela não haveria
significado para a possuir

possuir quem nos estimula!
R

Um duo e três, sem começar acabando: era uma vez...

Um comentário:

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

Nada obriga, nem mesmo o incondicional...Excelentes versos!!!