sábado, 6 de março de 2010

it's time for enlightenment

despite the out-gazing Eyes,
the matter which stood unseen,
was the matter which One desires:

revealing spectrum of light!
Shine wherever you've never shone!
There are still places you must go,
places where you'd never hide.

hide in your heart this crippling blow.
your soul bleaches beneath the sight,
invites the gloom out. 'tis almost twilight.
seek all. Lose all. be all.

5 comentários:

Victor Meira disse...

Marvelous, darling.

Victor Meira disse...

Se me permite, traduzo com liberdade. Procurei não usar o imperativo, mas, por gosto estético, resolvi abrir mão dos dois últimos verbos.

***

apesar do olhar distante,
a questão que perpetuava invisível,
era a questão pela qual se ansiava:

Revelador espectro de luz!
Brilha onde nunca antes brilhara!
Ainda há o inexplorado,
lugares onde você jamais se esconderia.

Guarda em seu coração este abalo sísmico.
sua alma reluz sob o vislumbre,
expulsa a melancolia. O crepúsculo se anuncia.
Busca tudo. Perca tudo. Seja tudo.

Tião Martins disse...

Sabia que um bom curso de inglês um dia iria me fazer falta... obrigado Victor!

Lírica disse...

Um flash de luz na escuridão guia, mas um alvorecer em todo o seu espectro revela uma realidade inimaginável... embora ainda haja as sombras.

Bela tradução, Victor.

O mundo de Dani disse...

Luz que penetra
Que intimida.
Sao luzes que alguém procura,
Que alguem acha.

E com este autor?
Sempre se surpreende!
Por onde quer que ele passe...