segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Na pia

o sabonete e a saboneteira
não podem ficar juntos
logo sai besteira

ele meladinho
ela arreganhada

quanta putaria
só com um pouco d'água

o sabonete e a saboneteira
não podem se tocar
logo vem bobagem

lavo minhas mãos
pra tanta sacanagem.

4 comentários:

Felipe da Costa Marques disse...

òtemo e engraçadíssimo!

boa tião

abraço

Renata de Aragão Lopes disse...

Inspiração
vinda da saboneteira:
excelente! : )

Abraço e feliz 2010,
doce de lira

tenório disse...

Perfeito! Será que ninguém vê que esse punhado de palavras simples, às vezes é mais genial que muito poesia rebuscada?? Feito um Leminski, vc tem a genialidade dos grandes.

Tião Martins disse...

Obrigado amigos! Aproveito pra desejar um ótimo 2010 pra toda a "poetada" do poemadia.