segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Essa dor...




I-


não mais cretina

não mais ladina

caudalosa

rósea

cor

tina



II -

dilacera

alma

gentil

curva

-línea


lápide

álgida

escarla

-tina


intacta

crua

muda

mole

fina



III -

fere

desce

serpen

-tina


chove

engole

rosne

finda

!

.

.

.




* Dor descrita em três atos, entre 16 e 17 de julho de 2008. Poema disponível no HF diante do espelho.

* Ilustração extraída do Google Imagens.


25 comentários:

Denise disse...

Tão ladina dor.
Tão lindo poema que cheguei a senti-la,ou seria que a que as vezes me vai por aqui apenas se reconheceu?

Hercília Fernandes disse...

Bom questionamento, Denise. Fez-me lembrar do Pessoa...

Obrigada pela leitura e palavras expressas.

Beijos :)
H.F.

tania não desista disse...

perfeito,hercília!... podemos
sentir esse movimento ,em nós, alguma vezes!.bjo
taniamariza

BAR DO BARDO disse...

muito delícia

bom arranjo lexical

parabéns, H.PH!

Mirse Maria disse...

Belíssimo, Hercília!

Dói ler isso, A dor começa e vai descendo e se incorporando no sangue.

Perfeito em tudo!

Beijos

Mirse

fátima queiroz disse...

excelente! hercília!

bjs procê

fátima queiroz disse...

ah! como não quer nada eu catei, viu?
rsrs

Hercília Fernandes disse...

Tânia,
H.P.,
Mirse,
Fátima

me alegra muito saber que apreciaram desse poema-dor...

Obrigada pela atenção e carinho de todos vocês.

Beijos :)
H.F.

Hercília Fernandes disse...

Corrigindo...

"que apreciaram 'esse' poema-dor..."

Beijos :)
H.F.

Úrsula Avner disse...

Oi Hercília, seu perene talento me surpreende e encanta, á leitura de cada poema. Mais uma linda obra tecida por suas mãos e coração. Bj.

L. Rafael Nolli disse...

Muito bom, Hercília! Sonoro, bem arranjado.

Renata de Aragão Lopes disse...

Melodioso,
encantador...

Um beijo, Hercília!

Hercília Fernandes disse...

Úrsula,
Rafael,
Renata

agradeço abundantemente as leituras e gentis apontamentos.

Beijos em vocês!
H.F.

Joe_Brazuca disse...


não desmerecendo alguém ou ninguém (poesia não se compara...)
mas umas das belas e perfeitas lidas por aqui...

espetáculo...

bj

Joe

Hercília Fernandes disse...

Obrigada, Joe.

Também apreciei imenso o seu poema, poesia-grito da mais alta qualidade!

Um beijo :)
H.F.

Adriana Godoy disse...

Então, Hercília, o que posso dizer: um trabalho de qualidade, que prima pela forma e pela poesia. Parabéns. beijo.

Hercília Fernandes disse...

Olá, Godoy.

muito agradeço por sua leitura e palavras expressas.

Um beijo, minha querida.
H.F.

VFS disse...

dor!
um dos epitáfios da condição.

essa!
humana. apenas humana.

Hercília, bravo.

Hercília Fernandes disse...

Obrigada, Vicente.

Muito feliz com a sua visita e afetuosas palavras.

Beijos :)
H.F.

rogerio santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rogerio santos disse...

Muito bem escrita. Deu gosto(s) de ler.
Parabéns

Vera Pinheiro disse...

Hercília, amada, tudo em ti é poesia e beleza, mesmo a dor mais funda.

Audemir Leuzinger disse...

linda ladina dor.
de quem é esta imagem.
nome do artista, please?

Hercília Fernandes disse...

*Rogério,

muito me alegra o seu gostar.

*Vera,

suas palavras me elevam a alma, me fazem poética.

*Audemir,

grata por sua apreciação. Infelizmente, não encontrei referências ao autor. Essa imagem se espalhou na Web feito pólvora... mas em nenhum site se destaca a autoria. Particularmente, retirei de um espaço de poesia gótica, cujas ilustrações estão disponíveis no Google Imagens.

Beijos em todos e todas :)
H.F.

Barone disse...

Wow!! Que show. Estamos numa semana maravilhosa no Poema Dia!