segunda-feira, 16 de março de 2009

Diaba oxigenada


Será que diabos existem
E pintam de louro o cabelo?
Temo que sim,
ou então dei para fantasiar
e sem saber quem manda em mim
temo estar a me encantar
com alguém que é misto de bruxa e fada
com cara de diaba
que há dias está a me fascinar.
Será que diabos existem,
pintam de louro o cabelo
e vivem por aí a cantar?
Não sei, mas temo que sim
como dei para andar
sem controle sobre mim
acho mesmo que existem
são pura magia
e ainda brincam de fazer poesia,
deixando no ar uma efervescência
que já me leva a procurar a ciência
pra não me deixar por sua lábia agarrar.
Será que diabos existem
pintam de louro o cabelo
cantam e além de compor
ainda exibem o maior bom humor?
Não sei, mas temo que sim
como não sei há muito de mim
temo que existam
e da minha cara dêem boas gargalhadas
porque a cara da diaba
que há dias me deixa intrigada
é misto de timidez e zombaria
a rir de quem não acredita
que existam louras endiabradas.
Ando sem saber se é verdade de fato
Ou se dei pra delirar
vou tentar não me enganar
e descobrir se é verdade
que existem diabas oxigenadas
que cantam, encantam
e são extremamente debochadas.
Pois começo a acreditar
que essas diabas existam
e ainda sejam mestras na arte de amar.
E saberei então qual é a dessa diaba
Com uma cara tão levada
Fazendo gênero recatada
que desabrocha numa cara de menina
e que deve ser muito mais
do que uma diaba oxigenada...

Deolinda Vilhena

P.S. – Quando vi o primeiro show da Adriana Calcanhotto em maio de 1989 – ou terá sido junho – no Mistura Fina fiquei enlouquecida com a descoberta, ela era – é – absolutamente genial aos 23 anos de idade...e uns dias depois escrevi isso...encontrei por acaso e resolvi dividir com vocês...vou mandar o link para Adriana quem sabe ela visita nossa página?

6 comentários:

Tenório disse...

Achei a homenagem belíssima! E concordo com você, ela é genial mesmo. Tenta mostrar pra ela, tenho certeza que vai adorar.

Deolinda disse...

Mandei o link para ela e ela já me respondeu com um e-mail que vou guardar como troféu...valeu...

Compulsão Diária disse...

Ah! Adriana é genial. Gostei da homenagem. ela vai gostar. Sagalusa deixa ver a ambiguidade dessa lindeza

Adriana disse...

Que bom que ela pôde apreciar o poema, uma bela homenagem a ela. Parabéns.

IMS disse...

Poema de prima!

Victor Meira disse...

Que poesia legal! Muito divertida - me prendeu de cabo a rabo.

Gosto muito, ela é ótima!