quarta-feira, 6 de julho de 2016

Estrada dos sentidos

A mim parece tão claro
Prefiro trilhas noturnas

Que venha a loucura
Ser minha apimentada, doce namorada

Beijar-me a boca, mostrar a estrada

Por ela
Guardo ternura

Por este caminho do dia
Não sinto nada

Para a amargura
Não tenho paciência

Por isso, "Vida longa à demência"!

*******

"Algumas pessoas nunca enlouquecem. Que vida horrível elas devem levar". (Charles Bukowski)

Nenhum comentário: