quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Leveza do fardo

Uma pilha de livros no baú da sala
Um show musical na tela

Um par de tênis, que não aperta
Um violão,  que caminha pela casa

Hoje, se puder, não faço mais nada
Nem mesmo um poema


Nenhum comentário: