quarta-feira, 6 de maio de 2015

Esparramadas

                                    I

Encanta-nos o devaneio
Porque vemos, nele, aquilo que gostaríamos de ser

                                   II

Assumir que não somos um Adônis, ou uma Vênus
Poupa-nos de inútil fadiga

                                  III

Com o tempo, as fantasias fazem a gente piorar
Para melhor


Nenhum comentário: