sábado, 6 de dezembro de 2014

Timidez dos falantes

Me diz
Dos atributos
Que Vulcano te deu

No meu ouvido
Fala mansinho
Sobre o presente do Deus

Da tua pele, a textura
Qual a cor que desponta
Dos recatos das tuas matas
Me conta

Das tuas enseadas, grutas e ilhas
Me diz

Arrepios, sulcos
Areias
Susssurra pra esse párvulo aprendiz
Dos teus desejos na esteira

Um comentário:

Tiago Júlio disse...

Muito bom. Parabéns pelo blog!