segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Segredo

Está ali
Naquele guardanapo de mesa de bar, rasurado por um poeta vagabundo

Uma fêmea com gosto de polpa
Predileta fruta

Um corpo imaginário, uma pele perfumada
Que tem asas na alma

Nenhum comentário: