quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Das predileções

Prefiro lugares sem grife
Onde o folhetim se desenrola
Como nos versos de Cartola

Em tempo hábil
Escapo das armadilhas(Oficinas Literárias)

Fosse religião, seria sacrilégio
Elas rasgam o Cântico negro, de José Régio

06-10-11

4 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Cartola e Régio, que dupla!

Acho que entendi a parceria - além da persona sujeito lírico...

Neura: eu tenho muito medo de aprender a escrever, porque quando isso acontecer, significa que não precisarei mais redigir absolutamente nada.

Abraço, Calliari!

João Luis Calliari Poesias disse...

Henrique, essa neura também é minha.Penso que ela é benta.Forte abraço e muito obrigado, amigo!

L. Rafael Nolli disse...

Não tenho dúvida: são minhas predileções também!
Gostei.
Abraços!

João Luis Calliari Poesias disse...

L.Rafael, alegro-me que tenhas gostado. Obrigado pela leitura.Forte abraço!