quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

recado público

quando redefinir teus poros
catalogar fracassos
tentativas frustradas
vômitos vazios
por falta de fome

e enfim assumir
o beijo seco e parco
pela gula que tinha-me

procura-me nos classificados
de domingo!
é lá que publico
erroneamente, meus olhares
desprezados

encontre artigos por meu nome:
Diva Etérea Estéril Doidivanas e tua.

10 comentários:

rogerio santos disse...

nocaute no muso.
rs
legal.

Adriana disse...

Nada pior do que o amor sem fome.

http://anndixson.blogspot.com

L. Rafael Nolli disse...

Larissa, me impressiona sempre o poder das palavras, essa capacidade ímpar da poesia em dizer tanto, mas tanto, com tão poucos palavras! Um desabafo, um grito, um pedido, uma distenção - tudo isso me passou o teu poema. Abraços!

Larissa Marques disse...

Obrigada a todos pelas leituras e comentários.
Nolli, você tem uma capacidade bem mais inflada que a minha!
Sou sua fã! Beijos!

compulsão diária disse...

Recado ferino, dado de modo claro, claríssimo.
A divaetéreaestérildoidivanas...é dele. Não entendi porque estéril e nem porque erra nos classificados.

Olhos de Folha Minha disse...

Os olhos procuram e as vezes não vão ao encontro, mas estarão em algum lugar, dentro de nós....
ab

Larissa Marques disse...

Compulsão,
"estéril" pois não dará crias e "erroneamente" pois quem quer amar sem ser amado e ainda confessar em classifidos "domingueiros" esse amor não correspondido?
Se não é um erro ou não quem decide é esse "eu lírico" que parece expiar esse "sentimento pessoal" em recados públicos.
Grata pelo comentário.

Barone disse...

Porrada.

Joe_Brazuca disse...

Nossa !...porrada de perder o fôlego...massa !
abs

fernando disse...

carambolas!

seco como um conhaque...

é puro choque!

a veia dança
no pescoço


bravo! bravo!